MOTIVAÇÃO

No Ceará existem várias iniciativas de inovação tecnológica surgindo em diversas regiões do estado. Dentre os principais ecossistemas de inovação existentes, pode-se destacar o ecossistema de Fortaleza, o Rapadura Valley, e o ecossistema do Cariri, o Kariri Valley, porém também existem outras iniciativas surgindo em outras regiões do estado, como o ecossistema de Sobral, de Quixadá, de Crateús, entre outros. Na região nordeste, o ecossistema cearense concentra 16% das startups ativas, sendo o terceiro maior da região. Constata-se, assim, a oportunidade em prover uma solução intrinsecamente colaborativa, open source e de abrangência estadual para geovisualização dos agentes que compõem o ecossistema cearense, tendo em vista o potencial em aproximar os agentes envolvidos e, consequentemente, catalisar parcerias inovadoras no estado.

PROPOSTA

Sob o escopo de um projeto de extensão da Universidade Federal do Ceará (UFC) em parceria com a Universidade Estadual do Ceará (UECE), o Mapa do Ecossistema de Inovação Cearense é uma plataforma colaborativa, tanto do ponto de vista do desenvolvimento, quanto do seu uso, que objetiva reunir de forma integrada informações sobre participantes e eventos, proporcionando a todos que tem interesse na comunidade cearense uma visão geral do ecossistema de inovação por meio de um mapa interativo e colaborativo.

DESENVOLVIMENTO

Este projeto (atualmente em versão 0.1 Beta) foi inicialmente desenvolvido pelo Prof. Allysson Allex Araújo (Universidade Federal do Ceará - Campus de Crateús) e Rômmel de Castro (especialista em Engenharia de Software - UECE), com colaboração de Pamella Soares (mestra em Ciência da Computação - UECE) como UX/UI designer. Porém, nossa compreensão é que tal ideia seja evoluída e mantida como um projeto colaborativo, open source e sem fins lucrativos, inicialmente sob a MIT License.

Conheça nossos colaboradores


Saiba mais sobre o projeto Mapa do Ecossistema de Inovação Cearense:

APOIO

REFERÊNCIAS

Como material de apoio para a realização da categorização dos agentes que fazem parte deste ecossistema, foi utilizado o documento "Mapeamento do Ambiente de Incentivo ao Empreendedorismo no Ceará" elaborado pelo Ambiente Local de Empreendedorismo (ALE), organizado por Moisés Santos. Além disso, utilizamos também o Mapeamento de Atores da Associação Brasileira de Startups (Abstartups). Para as demarcações das comunidades existentes no mapa, foi utilizado o material do Sebrae/CE. Dentre as diversas iniciativas de mapeamento do ecossistema local que são encontradas no Brasil, pode-se destacar três referências os quais serviram de inspiração para o desenvolvimento deste projeto: